5 dicas para aproveitar bem seu feriado sem estressar a saúde nem o bolso

5 dicas para aproveitar bem seu feriado sem estressar a saúde nem o bolso

Quem tem uma rotina de trabalho muito intensa, às vezes não consegue se desconectar das tarefas profissionais para aproveitar um dia de folga e descansar. Às vezes até mesmo em um feriado continuam

Leia tudo

Quem tem uma rotina de trabalho muito intensa, às vezes não consegue se desconectar das tarefas profissionais para aproveitar um dia de folga e descansar. Às vezes até mesmo em um feriado continuam pensando em números, relatórios, metas, atendimentos, clientes, resultado e em outras mais diversas responsabilidades.

Devemos ter sempre em mente a importância de, sempre que possível, quebrar a rotina, relaxar e aproveitar até mesmo os pequenos momentos de lazer e descanso. Isto proporciona grande bem-estar; é bom tanto para o corpo quanto para a cabeça e para o coração.

Como isto aumenta a criatividade, concentração, vitalidade e disposição, preparamos para você estas 5 dicas muito úteis para quem quer aproveitar o feriado e se divertir, descansar, relaxar e economizar:

1 – Pense em você
A quem está sempre ocupado, ficar atento a si, percebendo o que corpo e a mente estão sinalizando, pode parecer coisa do outro mundo, mas não é. Pelo contrário, isso ajuda a encontrar a atividade de lazer mais adequada ao próprio ritmo, ideal para aproveitar o feriado e descansar.

Quer um exemplo? Para quem chega ao feriado fisicamente muito cansado, o ideal é que o lazer privilegie atividades leves, relaxantes e restauradoras. Já para quem está precisando descarregar energias, nada melhor do que fazer alguma atividade física mais puxada e incomum no dia a dia. Nem que seja fazer uma trilha de média ou grande dificuldade, sem descuidar, porém, da segurança.

2 – Reserve um tempinho para si
Nossa rotina, na maioria das vezes, exige contato direto e intenso com outras pessoas, do levantar ao se deitar. Mesmo que isto seja bastante enriquecedor e agradável, é muito importante reservar alguns minutos do feriado para dedicar-se a si próprio, revendo os planos pessoais, o nível de satisfação com o momento atual e o que gostaria de fazer para realizar-se ainda mais.

3 – Cuide da alimentação
Sair da rotina durante o feriado não inclui descuidar da saúde. Pelo contrário, este é um item que não pode ser negligenciado. É comum, nos dias livres, as pessoas alterarem não só os horários da alimentação quanto o tipo de alimentação, pela grande oferta de pratos diferentes e irrecusáveis. De algum modo, isto é positivo, porém é preciso ter cuidado para não fugir completamente dos padrões alimentares, evitando indisposição e mal-estar nos dias seguintes.

Em relação a bebidas alcoólicas, é a mesma coisa. Se o seu lazer inclui algumas caipirinhas, chopes, vinhos e outras bebidas alcoólicas, é muito importante ficar atento às quantidades, para evitar os males e desconforto da ressaca que tradicionalmente resulta destas situações.

E um detalhe importantíssimo: nunca dirija depois de beber. Isto significa segurança para você e para outras pessoas!

4 – Tente “evitar a fadiga”
Quem disse que o feriado tem que ser uma maratona de eventos e atividades excepcionais? Quando isto acontece, ao invés de voltar ao trabalho mais disposto e relaxado, o “maratonista” retorna à rotina ainda mais esgotado do que saiu. Por isto, é bom planejar o que pretende fazer no dia livre e, mesmo assim, ir verificando ao longo do dia sua capacidade de realizar tudo aquilo que desejou.

Como dizem por aí, quem vai com muita sede ao pote…

5 – Preserve o bolso
O feriado é um dia livre para muita coisa, mas nunca para o bolso. Afinal, muitas opções de lazer trazem gastos que, somados, representam uma quantia inesperada, que pode pesar bastante no seu orçamento. Com isso, uma coisa é certa: o aperto de seu bolso.

Para evitar que isto aconteça, bom mesmo é procurar atividades gratuitas, que são diversas e vão desde o passeio de bicicleta e piquenique em um parque público ou pelos pontos turísticos da cidade, até os shows comemorativos que acontecem em praças públicas.

Passar o dia com os amigos, em um churrasco ou animado encontro na casa de alguém, também é uma boa. Para evitar que o custo da “festa” pese em um único bolso, é comum dividir as despesas, inclusive fazendo transferência da cota individual para a conta de quem estiver “promovendo o evento”. Outra boa alternativa é dividir os “ingredientes”, combinando com os amigos o que cada um deve levar.

Para daqueles que não abrem mão de fazer uma pequena viagem no feriado ou de fazer uma programação mais “arrojada” como ir a um restaurante diferente, inclusive do padrão de seu bolso, ou a um show mais caro, o ideal é prever este gasto no orçamento do mês. Ou fazer uma reserva financeira mensal especialmente para a programação dos feriados do trimestre.

Posts Relacionados