Bruno vai rejeitar informações de Desirée sobre o cativeiro de Tomaz em Outro Lado do Paraíso

Bruno vai rejeitar informações de Desirée sobre o cativeiro de Tomaz em Outro Lado do Paraíso

Renato (Rafael Cardoso) manterá Tomaz (Vitor Figueiredo) em cativeiro na casa de Juvenal (Anderson Di Rizzi) na última semana da novela O Outro Lado do Paraíso, e Desirée, finalmente, irá até a casa

Leia tudo

Renato (Rafael Cardoso) manterá Tomaz (Vitor Figueiredo) em cativeiro na casa de Juvenal (Anderson Di Rizzi) na última semana da novela O Outro Lado do Paraíso, e Desirée, finalmente, irá até a casa de Juvenal, seu noivo, para acertar as contas, depois de vários dias sem vê-lo. Diante disso, ela ficará com a vida em risco.
Juvenal será obrigado a expulsar ela de casa e, sem sucesso, acaba apelando para os xingamentos. Ela volta para o bordel arrasada e conta tudo para Caetana (Laura Cardoso). Cenas depois, Bruno (Caio Paduan) irá até o local para saber se há pistas de Renato por lá, no entanto, ele vai se recusar a ouvir o que a prostituta tem a dizer.

“Só preciso saber se viram alguma dessas pessoas, recentemente”, dirá ele para as moças. “Não vi não. Também não saio daqui”, responde Zildete. “É o doutor Renato. Era médico na cidade”, comenta Maíra. “Esse garoto eu conheço. É o filho da Clara”, diz Caetana. “Eu também não vi nenhum dos três”, responde Munda.

“Mas adorei o cabelo dessa mulher. Dá vontade de tingir o meu e usar igual, agora que voltei pra vida”, comenta Desirée. “Vai ficar ridícula com esse cabelo”, dispara Caetana, que a aconselha a dizer o que sabe. “Preciso saber se alguma de vocês notou alguma movimentação estranha numa casa daqui, ou se algum cliente comentou alguma coisa”, diz Bruno.

“Estranho tem uma coisa. É ela que sabe”, dispara a mulher, apontando para Desirée. “Dona Caetana tá fazendo intriga. É que meu noivo me botou pra fora da casa dele. Ela acha esquisito”, explica a prostituta, e Bruno rebate imediatamente: “Briga de casal não interessa. A não ser que haja agressão”. “Ele me desacatou. Saí de lá pior que uma cachorra”, lamenta.

Bruno então não dá crédito ao que ela diz, sem desconfiar de que Juvenal fez isso para proteger a vida de Tomaz, a quem ele procura. “Vamos voltar pra Palmas. Agradecido pela ajuda”, dirá ele, deixando o local. “A senhora não tinha nada que ter metido meu caso de amor no meio, dona Caetana”, diz a morena. “Eu ainda acho que foi esquisito ele te expulsar. Mas aqui ninguém me ouve. É estranho”, finaliza Caetana.