Em CANOAS atirador investigado POR repassar armas E munição PARA criminosos É PRESO!!!

Em CANOAS atirador investigado POR repassar armas E munição PARA criminosos É PRESO!!!

Brigada Militar de Santo Antônio da Patrulha prendeu Everson Luis Menezes da Rosa. Ainda restam três foragidos pelo crime que aconteceu no fim de outubro.

Leia tudo

Suspeito foi preso em casa, onde o Deic encontrou 11 armas e munição de uso exclusivo das Forças Armadas


 A Polícia Civil divulgou nesta terça-feira (5) a prisão de um atirador em Canoas durante cumprimento de mandado de busca em uma residência. No local, um atirador estava com munição de pistola 9mm, de uso exclusivo das Forças Armadas. Havia grande quantidade de material para recarregar as armas. Os policiais constataram que não havia autorizações recentes do Exército para a aquisição deste material.

O homem, que possui registro para atirar, foi preso em flagrante por posse ilegal de munição de uso restrito. Ele só foi abordado porque também está sendo investigado por repassar armas e munição para facções criminosas que atuam no Rio Grande do Sul. Uma arma apreendida com ladrões de cargas estava no nome do suspeito.

A investigação é do delegado Alexandre Fleck, da Delegacia de Roubo de Cargas do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). Na residência do suspeito, havia 11 armas, sendo que apenas uma apresentava irregularidades e todas estavam armazenadas, em princípio, em desacordo com as diretrizes legais de segurança. Todas foram apreendidas. Fleck disse que comunicará o Exército sobre a apreensão.

— É muito material, e o valor do mesmo não é compatível com a renda mensal do preso — afirma Fleck.

O Exército também será comunicado para verificar a regularidade da situação do atirador. O homem foi preso em flagrante por posse ilegal de munição de uso restrito, cuja pena, em caso de condenação, é de três a seis anos de prisão, e também por posse irregular de arma de fogo de uso permitido, com pena de um a dois anos de prisão. A prisão ocorreu na noite de segunda-feira (4), mas só foi divulgada hoje porque a polícia ainda realizava buscas em Canoas de possíveis compradores da munição e de armas do suspeito.

Posts Relacionados