Em O Outro Lado do Paraíso, Patrick desvenda passado de Duda: 'Clara é sua filha?'

Em O Outro Lado do Paraíso, Patrick desvenda passado de Duda: 'Clara é sua filha?'

Em O Outro Lado do Paraíso, Patrick desvenda passado de Duda: 'Clara é sua filha?'Patrick (Thiago Fragoso) em cena; advogado sacará ligação de mãe e filha antes de todosPatrick (Thiago Fragoso) será

Leia tudo

Em O Outro Lado do Paraíso, Patrick desvenda passado de Duda: 'Clara é sua filha?'

Patrick Thiago Fragoso em cena advogado sacar ligao de me e filha antes de todos - ReproduoTV Globo

Patrick (Thiago Fragoso) em cena; advogado sacará ligação de mãe e filha antes de todos


Patrick (Thiago Fragoso) será o primeiro a suspeitar de que Duda (Gloria Pires) é a mãe de Clara (Bianca Bin) em O Outro Lado do Paraíso. Ele ficará desconfiado após a dona do bordel assumir que matou Laerte (Raphael Vianna) para que a polícia não descubra que a mocinha esteve no local do crime. O advogado vai defendê-la e a pressionará a contar a verdade. "Clara é sua filha?", indagará, em cenas que vão ao ar a partir de quinta-feira (11).

O segurança do prostíbulo foi morto após chantagear Sophia (Marieta Severo), que cravou uma tesoura nele durante uma conversa no quarto de Duda. Clara foi atrás da amiga e tentou tirar a arma do crime do corpo, achando que isso ajudaria a salvar a vida do rapaz.

Duda achou que Laerte tentou abusar da personagem de Bianca Bin, e ela o matou. Por isso, a dona do bordel fez o que fez. Mandou a herdeira embora do local, limpou a tesoura e assumiu a autoria do crime.

A história ficará mais complicada quando a polícia descobrir que Duda usa uma identidade falsa. Ela se negará a revelar o verdadeiro nome. A pedido de Clara, Patrick assumirá o caso e deduzirá que Duda só está na cadeia porque ama demais a mocinha; um amor que só pode ser incondicional, como o de uma mãe pelo filho.

Pressão
"Segundo o laudo da perícia, a morte foi provocada por um instrumento perfurante. O delegado esteve com um investigador no local do crime. Encontrou a tesoura, que estava à vista o tempo todo. Por que o delegado não havia pensado na tesoura antes? Porque estava limpa. Sem manchas de sangue. Agora diga, se a tesoura foi o instrumento do crime, não devia estar coberta de sangue? Não peguei na tesoura, mas vi. Você limpou para tirar as digitais da Clara", comentará o criminalista.

A personagem de Gloria Pires ficará arredia. "Não vou contar o que sei à polícia. Clara pediu minha ajuda. Ela é importante para mim. Eu conheço a Clara. Sei que ela não matou aquele homem. Mas você entrou no quarto, viu a Clara com a tesoura na mão, acreditou que ela havia matado. Fez com que ela saísse. Quer proteger a Clara a todo custo. Sabe perfeitamente que ela seria acusada", continuará o loiro.

Ele tentará fazer Duda se abrir, em vão. "Quero que me explique. Por que está disposta a ir para a prisão, no lugar da Clara? Ela mesma não sabe dizer. Eu talvez saiba. Um sacrifício desses só pode ser entendido quando há um laço de sangue. Um laço de amor. Sei que é do Tocantins. Teve duas filhas. Clara diz que a mãe morreu quando era bebê. Mas tenho uma hipóstese. Diga. Clara é sua filha?", perguntará o advogado.

Irritada, Duda encerrará a conversa. "Não desmentiu minha hipótese. Não me engana. Você tem um passado, e a Clara faz parte desse passado. Mesmo que ela não saiba disso", completará Patrick.


Posts Relacionados