Ex-autora da Record escreve série sobre vampiros para a Netflix

Ex-autora da Record escreve série sobre vampiros para a Netflix

Conforme já informamos, Margareth Boury deixou a Record em fevereiro, após dez anos na emissora. Autora da versão brasileira de “Rebelde” (2011-2012), e com passagens pela Globo, Margareth não vinha

Leia tudo

Conforme já informamos, Margareth Boury deixou a Record em fevereiro, após dez anos na emissora. Autora da versão brasileira de “Rebelde” (2011-2012), e com passagens pela Globo, Margareth não vinha tendo novas oportunidades na Record. Ela está afastada da televisão desde o fim de “Pecado Mortal” (2013-2014), novela que trabalhou como colaboradora.

Após deixar a emissora da Barra Funda, Margareth tomou um rumo que promete, em pouco tempo, se tornar a principal alternativa dos autores de novelas: o mercado de séries. Ela assinou contrato com a Netflix e passou a desenvolver um novo projeto de seriado.

De acordo com a colunista Patrícia Kogut, já começaram a surgir as primeiras informações a respeito da produção. Ainda não se tem muitos detalhes sobre a obra, mas trata-se de um projeto sobre vampiros, com uma disputa entre um mocinho, com o nome de Nicolas, e o vilão, Miguel. A série terá oito episódios e deve ser lançada no ano que vem.

NETFLIX INVESTINDO

Para a alegria dos fãs de séries e dos produtores do mercado audiovisual, a Netflix mergulhou na ideia de realizar mais produções originais no Brasil. Até agora, o serviço de streaming produziu a série “3%” — que ganhará uma segunda temporada — , encomendou a comédia “Samantha!” — produzida pela atriz Alice Braga — , “O Mecanismo”, série sobre a Operação Lava Jato, além de outro projeto de época. E não pretende parar por aí.

A empresa quer desfalcar um dos seus principais concorrentes contratando um nome de peso. Trata-se de Maria Angela de Jesus. Ela é a diretora de produções originais da HBO na América Latina, e responsável por revolucionar o canal pago no Brasil. A HBO nunca havia apresentado um volume tão grande de produções nacionais como nos últimos anos.

Posts Relacionados