META REAL x META ESPERADA PELO PACIENTE

META REAL x META ESPERADA PELO PACIENTE

A REAL x META ESPERADA PELO PACIENTE

Leia tudo


Bom dia,

Hoje vamos abordar um assunto muito relevante e que gera muitas dúvidas nos consultórios: A META DE PESO!

META REAL x META ESPERADA PELO PACIENTE

O QUE É META REAL?
É a meta médica estipulada pelo cirurgião e equipe, no período pré-operatório. São levados diversos fatores em consideração como: idade, sexo, técnica cirúrgica indicada, hábitos, etc.

O QUE É A META ESPERADA PELO PACIENTE?
É a meta de quanto o paciente deseja chegar a pesar após realizar a cirurgia bariátrica. É um peso subjetivo, onde ele cria expectativas e idealizações com base no seu peso de quando mais jovem ou se espelhando na experiência e resultados de terceiros, famosos ou não, que fizeram a cirurgia, entre outros.

É preciso ter muito cuidado, no alinhando desta expectativa com a realidade que se apresenta, para que não haja frustrações posteriores. Pois para alguns pacientes quanto maior a perda de peso, melhor, e nem sempre isso é ser saudável ou adequado para ele.

Ressaltando a que cirurgia tem como primeiro objetivo colaborar para que o paciente obtenha a melhora na saúde e na qualidade de vida em geral.

COMO É FEITO O CÁLCULO PARA SABER SE A PERDA DE PESO ESTÁ DENTRO DO ESPERADO PELA EQUIPE MÉDICA?
Abordaremos neste contexto a técnica Bypass, que é a mais utilizada aqui no Brasil e em todo o mundo atualmente.

Podemos citar duas formas de cálculos para chegarmos a este número.
1) A fórmula mais usado atualmente é calcular se houve a perda de 30 a 40% do peso corporal anterior à cirurgia. Esta é normalmente a meta real, e a que deve ser alcançada pelo paciente.

2) A menos usual, é o cálculo da perda de 75% do excesso de peso.

Ex. Se um paciente pesa 100kg e tem 1,60m, ele está com 40kg a mais do que o seu peso ideal, que segundo o cálculo do IMC, seria em torno de 60kg, .
Se ele perder em torno de 75% deste excesso de peso, ou seja, algo próximo a 30kg, ele terá atingido o objetivo da equipe médica, com 70 a 72kg.
Porém nem sempre este é a meta pessoal esperada pelo paciente, que por vezes deseja chegar próximo aos 60kg.

EM QUANTO TEMPO OCORRE ESSA PERDA DE PESO?
O tempo estimado para alcançar o resultado final da cirurgia é de 1 ano a 1 ano e meio. A perda de peso é gradual, sendo mais rápida no início e após o 3° mês de maneira mais moderada.
** É suma importância que o paciente siga à risca todas as recomendações da equipe médica no pós-operatório, incluindo a atividade física e ieta adequada.

APÓS O PERÍODO DA PERDA DE PESO, COMO SEI SE O MEU PESO ATUAL ESTÁ DENTRO DO QUE É CONSIDERADO IDEAL PELA EQUIPE MÉDICA?
Após o período da perda peso, é normal acontecer uma READEQUAÇÃO - ESTABILIZAÇÃO DE PESO, onde pode ocorrer o reganho de 5 a 10% do peso, em relação ao menor peso alcançado pelo paciente após a cirurgia.
Para saber se o seu peso atual está dentro dos padrões, faça o cálculo e veja se a perda permanece entre os 30 a 40% do peso anterior à cirurgia.

E SE EU PARAR DE PERDER PESO ANTES DESSE PERÍODO DE 1 ANO E 6 MESES?
Algumas pessoas podem passar por momentos em que o emagrecimento vai estacionar, fase chamada de platô. Contudo não é necessário se desesperar, visto que esta é uma reação normal do organismo à operação. Seguindo as orientações dos médicos e nutricionistas as fases de platô passam e a pessoa volta a emagrecer.

COMO EU POSSO SABER SE TIVE UMA PERDA DE PESO INSUFICIENTE?
Passado o período de 1 ano e 6 meses, teMPO médio da perda/ peso/estabilização do peso, se a perda for inferior a 30% do peso corporal anterior a cirurgia (ou menor que os 75% do excesso do peso), pode ser considerada que houve uma perda insuficiente.

O QUE FAZER CASO O EFEITO PLATÔ SE PROLONGUE OU A PERDA DE PESO SEJA INSUFICIENTE SEGUNDO A META REAL?
Caso o paciente identifique que o período de platô está se tornando extenso ou que a perda de peso foi insuficiente dentro do prazo estipulado, deverá procurar seu cirurgião e nutricionista para rever a dieta, bem como o tipo, frequência, intensidade das atividades físicas.

DICAS:
* Evite se pesar todos os dias. Pese-se 1 vez a cada 10 dias ou no mês, sempre pela manhã e em jejum.
* Se possível utilize balança de farmácia, que são reguladas com mais frequência e cujo peso pode ser mais fiel que as balanças domésticas.
* Não fique encucado com a questão de peso. Siga à risca as recomendações, curta e valorize cada etapa do seu processo de emagrecimento.
* É fundamental não comer gordura, fritura, doce e bebidas com gás. O que para muitos é chave do sucesso após a cirurgia.
* A sua participação para o sucesso do tratamento da obesidade é fundamental, a cirurgia é uma aliada, e não a solução/cura.
O controle de peso deverá ser feito associando à reeducação alimentar às atividades físicas regulares ao menos três vezes por semana.

Fonte: bit.ly/vídeoREGANHODEPESO e bit.ly/1IPkyB8 (editado)

Este post tem cunho apenas informativo, siga as recomendações prescritas pela equipe cirurgia que o acompanha.

***************************************

Ficamos à disposição. Escreva-nos uma mensagem pelo nosso Whatsapp (41) 99125-9250 com Ilione (em horário comercial).

Posts Relacionados