NAVEGANTES : Professor de capoeira diz ter sido agredido por policiais

NAVEGANTES : Professor de capoeira diz ter sido agredido por policiais

O professor de capoeira Raimundo Santos Nascimento, 38 anos, afirma ter sido agredido por policiais militares ontem (11) enquanto trabalhava como ambulante no Bloco dos Farrapos em Na

Leia tudo

O professor de capoeira Raimundo Santos Nascimento, 38 anos, afirma ter sido agredido por policiais militares ontem (11) enquanto trabalhava como ambulante no Bloco dos Farrapos em Navegantes.

Ele relata que estava vendendo cerveja, água mineral e refrigerante quando foi abordado por um fiscal e pela PM. “Aprenderam minhas mercadorias, me espancaram.  muito triste. Eu nunca fui tão humilhado”, conta.

Ainda no domingo, Raimundo procurou a Delegacia de Polícia Civil para registrar o Boletim de Ocorrência. Ele afirma que foi algemado, levou uma cotovelada e um soco no rosto. Depois foi levado para uma área isolada, onde cerca de 10 policiais lhe deram golpes de tonfá () nas costas, uma joelhada e o jogaram no chão. “Pra mim acabou o Carnaval. Vou tentar me recuperar das lesões”.

O Tenente Márcio Aquino, do 25º Batalhão da Polícia Militar, informou que a guarnição foi acionada, pois Raimundo estava sem alvará para trabalhar como ambulante e teria tentado agredir os fiscais e desobedeceu às ordens policiais.

Aquino confirma que a patrulha era composta por sete ou oito agentes e ressalta que Raimundo só foi imobilizado por ter resistido. “Os policiais foram técnicos e o conduziram até o posto de comando onde foi feito um Termo Circunstanciado”, declarou.